V Fórum Municípios e Soluções

9 de novembro de 2016

V Fórum Municípios e Soluções reúne mais de mil prefeitos e vereadores.

 

Uma oportunidade ímpar para os prefeitos e vereadores eleitos se prepararem para os desafios que a gestão pública exige neste momento em que o Brasil atravessa forte crise econômica e política. Esta foi a tônica da abertura do V Fórum Municípios e Soluções, que aconteceu na manhã desta quarta-feira (09/11), em Cuiabá/MT.

 

Promovido pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), o Fórum reuniu mais de mil pessoas. Até a próxima sexta-feira, os presentes participarão de palestras, painéis e debates sobre temas de grande relevância para administração publica.

 

O presidente do TCE-MT, conselheiro Antonio Joaquim, em seu discurso, ressaltou o novo papel que a Corte de Contas de Mato Grosso vem assumindo junto aos gestores públicos. O conselheiro lembrou que hoje, o TCE-MT foca sua atuação nas auditorias setoriais, selecionadas a partir de critérios como risco, relevância e materialidade, passando a atuar menos como um órgão de fiscalização punitiva e mais como agente parceiro e orientador dos gestores para a qualificação das administrações.

 

O TCE-MT é reconhecido no país inteiro como um tribunal de excelência, mas nós entendemos que tínhamos que mudar nosso foco das contas de gestão e de governo para as auditorias seletivas sobre setores realmente relevantes para a qualidade dos serviços, dos investimentos, das políticas públicas. Hoje, acompanhamos aquilo que, de fato, importa para a vida da sociedade. Este é um caminho sem volta. Nosso objetivo é ajudar os gestores a melhorar a qualidade geral da sua administração e, como consequência, melhorar a qualidade das obras e dos serviços entregues à população“, explicou Antonio Joaquim.

 

Participaram da abertura do evento o presidente da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM), Neurilan Fraga – que alertou os novos prefeitos para a necessidade de aumentarem o cuidado com os gastos e erros na definição das prioridades, o secretário da Casa Civil do Governo, Paulo Taques, que representou o governador Pedro Taques, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo da Cunha.

 

A palestra de abertura foi feita pelo economista Raul Velloso, que abordou a questão dos gastos públicos e a responsabilidade fiscal. No período da tarde, o presidente do TCE-MT,vai aprofundar o tema do Novo modelo de fiscalização de Corte de Contas.

 

 

Fonte: Tribunal de Contas de Mato Grosso

 

Galeria de fotos:

 

Voltar
Seu navegador não atende aos padrões de compatibilidade das tecnologias atuais. Recomendamos atualizar seu navegador para ter melhor aproveitamento do conteúdo.