Tangara da Serra/MT- Cerca de 1,7 mil servidores devem atualizar dados cadastrais

9 de agosto de 2016

O atendimento está sendo de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no Centro Cultural.

 

O Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores Tangará da Serra (Serraprev), entidade autárquica, criada pela Lei Municipal nº 153, de 14 de Abril de 2001, está realizando desde a manhã desta segunda-feira, dia 8 de agosto, o Censo Previdenciário 2016 de todos os servidores efetivos, inativos, pensionistas e dependentes de Tangará da Serra.

 

 

O objetivo do trabalho, de acordo com o diretor Executivo do Serraprev, Heliton Luiz de Oliveira (Leto), é fazer a atualização dos dados cadastrais de todos os servidores até o dia 26 de agosto. “Esse censo é um recadastramento de todos os servidores efetivos, inativos e pensionistas do município. É uma questão obrigatória e a cada período estamos fazendo esse recadastramento, essa regularização de documentos de todos os servidores”, explicou o responsável.

 

 

O Censo Previdenciário é um direito e dever de todos os servidores efetivos, inativos e pensionistas, que assegura os benefícios previdenciários e proteção à família do servidor. “Um dos pontos principais é saber e conhecer a vida anterior do servidor do município, porque isso vai gerar um impacto direto na aposentadoria dele. Então precisamos saber se esse servidor tem tempo de contribuição fora do município e isso vai estar no cadastro dele (…) precisamos saber da vida funcional de cada um e assim projetarmos a aposentadoria dele”.

 

 

Os trabalhos de recadastramento iniciaram nesta segunda-feira, 8, e seguem até o dia 26 de agosto. Já o período de agendamento encerrou na última sexta-feira e cerca de 300 servidores ainda não buscaram esse serviço. “Temos um volume de quase 1.700 servidores e a partir de agora vamos intensificar o convite a esses que a ainda não fizeram o agendamento para que façam, pois este é um censo obrigatório”.

 

 

Aos que já fizeram o agendamento, basta ficar atento a data e comparecer no local e hora especificado. Os atendimentos são de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no Centro Cultural Pedro Alberto Tayano Filho, sala de Formação nº 2. O atendimento é individual e cerca de cinco servidores estão sendo atendidos por hora, por cinco recenseadores.

 

 

Já para aqueles que não atualizarem seus cadastros até o próximo dia 26, Leto afirma que alguns transtornos poderão ocorrer. “Existe um Decreto Municipal e a penalidade, enquanto não regularizar o censo, é ficar com salário bloqueado”, alerta, ao destacar que a expectativa é concluir o censo no dia previsto, dia 26, “contando com a colaboração de todos os servidores para realizarmos este censo com mais sucesso possível”.

 

 

 

Fonte: Diário da Serra

 

Voltar
Seu navegador não atende aos padrões de compatibilidade das tecnologias atuais. Recomendamos atualizar seu navegador para ter melhor aproveitamento do conteúdo.