Piauí: Tempo médio de concessão de aposentadorias cai 76% com novo sistema

5 de dezembro de 2016

 

PAPER1-FRONT-2

 

A redução no tempo de espera é de 76%, o que comprova o sucesso do sistema digital.

 

 

A unificação da gestão previdenciária no Piauí viabilizada no início deste semestre com o lançamento do SISPREV WEB  impôs uma nova realidade no que tange a apreciação dos processos de pensões e aposentadorias, reduzindo o tempo médio de concessão dos benefícios substancialmente. Os avanços vislumbrados pela modernização do sistema passam ainda pela eliminação do uso de papel, fornecendo maior segurança no decorrer das etapas de análise, praticamente eliminando qualquer possibilidade de fraude.

 

Com pouco mais de cinco meses de implantação, o SISPREV já obtém resultados expressivos, ladeados por levantamento da Secretaria de Administração e Previdência (Seadprev), que aponta um tempo médio de concessão das aposentadorias de 61 dias de julho a novembro deste ano, ante 258 dias registrados no mesmo período de 2015, quando os processos ainda não eram abarcados pela plataforma. A redução no tempo de espera é de 76%, o que comprova o sucesso do sistema digital. “Isso representou um avanço muito grande no atendimento, principalmente para as pessoas que mais precisam de agilidade, que sofriam com a demora, com a burocracia”, indicou o secretário de Administração e Previdência Franzé Silva.

 

 

O superintendente estadual de Previdência, Marcos Steiner, reiterou o bom resultado do sistema na apreciação dos processos de aposentadoria e pensão recebidos pelos Poderes no Piauí, reiterando a perspectiva positiva quanto ao aprimoramento da plataforma. “A redução na concessão já é um sucesso, outro sucesso é unificar a Previdência, consolidando uma única unidade gestora, além da economia que está se fazendo de papel, temos trabalhado incessantemente para avançar ainda mais”, frisou.

 

 

O trabalho pode ser mensurado também pela organização disposta na tramitação dos processos de aposentadoria e pensão percebidos pelos Poderes, trazendo uma maior facilidade na análise dos dados cadastrais dos servidores, oferecendo maior segurança no detalhamento das informações. “O sistema veio para agilizar a tramitação dos processos de concessão de benefícios (aposentadorias e pensões), bem como facilitar a análise destes processos, em razão da organização da documentação e dados cadastrais. É oportuno dizer que, o SISPREV traz mais segurança nas informações consideradas para concessão dos benefícios, trazendo também economia, pois não há necessidade do papel”, afirmou a gerente de benefícios previdenciários da Seadprev, Regina Maria Soares de Araújo.

 

Redução no tempo médio de concessão das pensões é de 41%.

 

A celeridade não é sentida apenas no tempo médio de concessão das aposentadorias, o levantamento da Secretaria de Administração e Previdência mostra também uma redução de 41% no período de espera para a concessão de pensões, chegando a 93 dias nos últimos cinco meses ante 157 dias em igual período de 2015. “Essa celeridade é muito importante, por exemplo, antes do SISPREV uma família tinha seu mantenedor falecido e às vezes passava meses sem pensão, com o sistema virtual há um tempo de concessão maior, entendendo a necessidade dos entes de receberem o benefício o mais rápido possível”, esclareceu Franzé Silva.

 

O SISPREV veio para padronizar e dar segurança nos processos de concessão de benefícios. Hoje ele é utilizado em todas as Secretarias do Governo do Estado, além dos poderes legislativo e judiciário, e os órgãos autônomos do Ministério Público e Tribunal de Contas. Em tal âmbito, a superintendente de Recursos Humanos (RH) da Assembleia, Beatriz Neiva Amorim e a Chefe de RH, Cristiane Estrela, detalharam os bons reflexos do sistema no Poder Legislativo. “Após a implantação do SISPREV WEB  nesta Assembleia Legislativa observou-se uma melhor instrução dos processos de aposentadoria, tendo em vista que o referido sistema elenca a relação dos documentos obrigatórios exigidos pelo Tribunal de Contas do Estado; Facilitou na escolha da melhor opção de aposentadoria ao servidor, por conter toda a Legislação necessária; O treinamento e operacionalização foram a contento; Fácil e ágil acessibilidade ao pessoal de suporte da empresa responsável pelo sistema para dirimir as dúvidas; Economia processual em relação ao tempo e material utilizado devido à digitalização, sendo os processos hoje virtuais. Por fim, o melhor aproveitamento do SISPREV WEB será apenas uma questão de habitualidade no seu manuseio, pois toda mudança gera sempre discussão e polêmica e a adaptação vem com o tempo”, comentaram.

 

Interiorização do sistema.

 

A reação positiva na tramitação dos processos após a implantação do SISPREV WEB encaminha o Executivo para o fortalecimento do trabalho de interiorização da plataforma, como indicou o superintendente da Previdência, Marcos Steiner. “Está sendo um sucesso, mas teremos novos passos, entramos na era digital, reduzimos o tempo de concessão, unificamos, trabalhamos todos os princípios constitucionais, além da economicidade (com a redução do papel); agora o próximo passo é a interiorização, estamos vislumbrando uma parceria com as Gerências de Educação nos municípios, para que cada um tenha um servidor treinado para receber os processos de aposentadoria, vamos reduzir as distâncias, o servidor não precisará mais se deslocar a Teresina, será um avanço”, destacou.

 

 

Em breve a ideia é que o sistema comporte os dados de todos os servidores, para que no momento do pedido de concessão esse trabalho seja facilitado. “Vamos começar também outra fase interessante, jogar os dados dos servidores dentro do SISPREV WEB”, afirmou o superintendente. Segundo Steiner, com as informações catalogadas os servidores poderão ter acesso a projeção de quando poderão solicitar os benefícios. “Tudo isso faz parte dessa linha, depois de todas as informações jogadas no sistema, ele poderá ter uma projeção de quanto tempo demorará para poder solicitar a aposentadoria, uma simulação de como vai se aposentar, por exemplo. Então diminui muito a burocracia, já está diminuindo”, sinalizou. A equipe da Secretaria de Administração e Previdência também trabalha com a implantação da assinatura digital.

 

 

A redução na burocracia, sintetizada por Steiner, é corroborada pelas ferramentas oferecidas pelo SISPREV WEB, de modo que nenhum erro passa despercebido. “O SISPREV no campo da Educação tem sido de fundamental importância, pois ele simplificou o que antes era muito complexo. É um sistema novo que, no momento em que o usuário faz o lançamento das informações nos processos, caso não esteja correto, ele por sua vez se encarrega de fazer a validação, então é uma ferramenta importante nesse momento em que o Estado e o País está passando com o sistema Previdenciário. O SISPREV se adequou e está atendendo à todas as particularidades do setor, trouxe celeridade à concessão dos benefícios e veio para mudar, pois a Previdência só ganhou após a sua implantação”, disse Clemilton Costa, supervisor de aposentadorias da Secretaria de Educação.

 

Fonte: Jornal Meio Norte

 

Voltar
Seu navegador não atende aos padrões de compatibilidade das tecnologias atuais. Recomendamos atualizar seu navegador para ter melhor aproveitamento do conteúdo.