Cuiabá/MT – Cuiabá-Prev é destaque nacional e ocupa terceira colocação em raking de Secretarias de Previdência

23 de outubro de 2018

Indicadores fornecem um diagnóstico mais aprimorado sobre a gestão previdenciária, explicitando dimensões relativas ao cumprimento de normas, transparência e equilíbrio

 

O Cuiabá-Prev possui o terceiro melhor Indicador de Situação Previdenciária (ISP) entre as capitais do Brasil. O anúncio foi feito na última semana durante encontro de Unidades Gestoras de Regimes Próprios de Previdência (RPPS) de Mato Grosso, realizado no Tribunal de Contas do Estado (TCE). O índice confere visibilidade aos sistemas de previdência dos servidores públicos e fornece critérios mais objetivos de comparação entre os entes, conferindo maior controle social da situação de cada um deles.

 

De acordo com o coordenador de Integração e Relacionamento Institucional da Secretaria de Previdência Nacional, Hélio Fernandes, esses índices fornecem um diagnóstico aprimorado sobre a gestão previdenciária, explicitando dimensões relativas ao cumprimento de normas, transparência e equilíbrio. “A inovação deste Relatório é que os resultados aparecem individualmente, explicitando a situação de cada ente da federação”, explica.

 

A secretária de Gestão, Ozenira Felix, comemorou a colocação, atribuída por ela aos esforços da equipe em dinamizar os processos. “Parabéns à toda nossa equipe, e meus agradecimentos ao prefeito Emanuel Pinheiro, pela confiança em nós depositada. Conseguimos subir de colocação em comparação ao último semestre e o objetivo agora é chegar ao primeiro lugar”, disse.

 

Segundo a Secretaria de Previdência, do Ministério da Fazenda, o ISP foi instituído em setembro de 2017 pela Portaria SPREV nº 10/2017 e é calculado somente para os entes federativos que possuem Regimes Próprios de Previdência Social. O Brasil possui hoje 5.598 entes federativos, dos quais 2.123 contam com RPPS, incluindo a União, os 26 estados, o Distrito Federal e 2.095 dos 5.570 municípios.

 

Embora Cuiabá ocupe posição de destaque entre as capitais, o secretário adjunto de Previdência, Fernando Mendes, explica que, no ranking dos municípios há outros Regimes mato-grossenses posicionados  à frente do Cuiabá-Prev. Isso porque cidades como Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Campo Verde foram fundadas há pouco menos que 30 anos e possuem densidade demográfica muito inferior à Capital.

 

“Hoje administramos rigorosamente cerca de 15 mil vidas, então, no comparativo com cidades onde não há nem três mil servidores municipais aposentados, alguns critérios obtém maior pontuação”, diz. Em sua avaliação, a boa colocação da cidade se deve à rigorosidade das rotinas. “Isso se deve à maneira como gerimos nossas demandas diárias. Quando se tem organização, o resultado é produtividade.”

 

Recentemente a Subsecretaria dos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) disponibilizou o relatório completo descrevendo a apuração do Indicador, bem como os critérios de avaliação e planilha para consulta por grupo (porte), região e Unidade da Federação. A consulta já está disponível na seção Previdência no Serviço Público, na página da Secretaria de Previdência.

 

“A divulgação do cálculo individualizado consolida o ISP-RPPS como instrumento que permite aos segurados e à sociedade acompanharem a situação de cada RPPS, bem como possibilita que seus gestores adotem medidas gerenciais buscando alcançar melhores resultados.”, reforça Hélio.

 

Fonte: www.cuiaba.mt

Voltar
Seu navegador não atende aos padrões de compatibilidade das tecnologias atuais. Recomendamos atualizar seu navegador para ter melhor aproveitamento do conteúdo.